O problema

Após adquirir um smartphone Motorola modelo Q11 tive problemas de conectividade com meu roteador wireless do fabricante D-Link modelo DI-524.

Pesquisando na Internet encontrei mais relatos sobre o mesmo problema.

1. É preciso ler os 3 primeiros posts
http://www.plusgsm.com.br/forums/showthread.php?t=104926

2. Veja o comentário numero #9 deste preview
http://zumo.uol.com.br/2008/10/18/preview-motorola-moto-q11/

3. Veja o comentário numero #1 deste review
http://seidimobile.com.br/2009/02/27/review-motorola-moto-q11/

As respostas de ambos os fabricantes

Após obviamente falar com ambos os fabricantes, D-Link e Motorola, recebo a seguinte resposta (obviamente a mais fácil)

Motorola: “Informamos que o aparelho não possui restrição para roteadores. Ressaltamos que é necessário inserir os dados da configuração de rede para que possa ter o acesso.”

D-Link: “É necessário contactar o fabricante do aparelho celular”

Tudo bem, não sei de quem é o problema mas deveriam se esforçar o mínimo possível.

Solução parcial do problema

Por que parcial? Porque a velocidade ainda continua uma porcaria.

Dica: Abra um chamado telefonico na Motorola e na D-Link para o problema, isso ajuda a resolvermos o problema.

Fazendo uma análise do problema identifiquei que o roteador D-Link não consegue entregar o endereço IP ao celular, ou obviamente, o celular não consegue receber o endereço IP. Cheguei a verificar que nos logs do roteador o mesmo realizava a tentativa de conexão.

Sendo assim, entrei novamente em contato com a Motorola afim de saber se é possível colocar um IP estático na configuração de rede do Wi-Fi, novamente recebo uma resposta evasiva.

Pesquisando na Internet por uma forma de colocar IP estático no Windows Mobile 6.1 encontrei este software http://www.freewarepocketpc.net/ppc-download-wifi-profiles-v0-0-2.html

Também instalei um software que pudesse realizar testes como ping. Para isso instalei este aqui http://tools.enterprisemobile.com/iputil/

Crie dois profiles com o WifiProfiles.
Um deixando o endereço IP estático e outro deixando o uso do DHCP.
Quando for utilizar o roteador wireless DI-524 aplique o profile IP estático, quando for usar demais roteadores aplique o profile DHCP

Você pode fazer testes de ping com o EN IP Utility


UPDATE 06/08/2008

Abaixo segue o atendimento online da Motorola. Veja que eles não tem interesse nenhum em resolver nosso problema:
PS: Substitui o nome da atendente por ATENDENTE.

ATENDENTE: Oi, meu nome é ATENDENTE. Em que posso ajudá-lo?
Kairo Araujo: Olá Rita, bom dia.
Kairo Araujo: Eu tenho um Motorola Q11 a cerca de 8 meses e tenho problemas com a conexão com Wireless especificamente com o equipamento do fabricante DLink modelo DI-524.
Kairo Araujo: Não só eu como várias pessoas vem ao meu site relatar o mesmo problema.
ATENDENTE: Bom dia Kairo.
Kairo Araujo: Isso pode ver aqui no meu site  https://kairo.wordpress.com/2009/03/25/resolucao-parcial-da-incompatibilidade-problema-entre-motorola-q11-e-roteadores-d-link-di-524
ATENDENTE: Nesse caso você tem que entrar em contato com a Dlink e verificar se eles disponibilizam uma atualização de firmware para o roteador.
Kairo Araujo: Eles não tem nenhum firmware para o problema especifico e meu roteador encontra-se no último nivel de firmware.
Kairo Araujo: Ocorre que qualquer outro equipamento, exceto o Motorola Q11.
Kairo Araujo: Gostaria de saber se já simularam este problema em seus laboratórios.
Kairo Araujo: A resposta deles é a mesma de vocês, solicitando que eu veja com a Motorola.
Kairo Araujo: É simples simularem isto. Vocês poderiam simular e contactar a DLink.
ATENDENTE: Não há nenhuma incompatibilidade por parte do aparelho, deve verificar diretamente com a Dlink.
Kairo Araujo: Como você tem certeza disso?
Kairo Araujo: Baseado em quê?
ATENDENTE: Sim Kairo, pois não há incompatibilidade com nenhum outro!
ATENDENTE: Deseja mais alguma informação?
Kairo Araujo: Sim desejo.
Kairo Araujo: Eu tenho um D-link, celular Nokia que funciona com o meu roteador, 3 notebooks que funcionam com o roteador, um video game WII que funciona com o roteador. Apenas o Motorola Q11 não funciona.
Kairo Araujo: Como pode ser o roteador?!
Kairo Araujo: Além disso no meu site tem 40 comentários de pessoas diferentes com o mesmo problema.
Kairo Araujo: Gostaria de saber porque vocês não contactam o Fabricante D-Link para realizar testes em conjunto e definirem de quem é o problema.
ATENDENTE: Nesse caso, para verificar se é alguma irregularidade no aparelho, encaminhe ele para analise na assistência.
ATENDENTE: A Motorola não possui esse procedimento!
Kairo Araujo: Não é um aparelho como eu disse, são varias pessoas que tem o mesmo problema.
Kairo Araujo: OK, já vi que não vai ajudar. Vou divulgar o suporte que ofereceram para estas pessoas. Não vou especificar seu nome por privacidade.
Kairo Araujo: Motorola nunca mais!
ATENDENTE: Deseja mais alguma informação?
Kairo Araujo: Não, obrigado. Tenha um bom dia.
ATENDENTE: Se precisar de mais alguma informação entre em contato. A Motorola agradece, até logo! tenha um bom dia!

Anúncios

Installing IBM lin_tape on Linux (Red Hat Enterprise Linux)

Steps for install lin_tape and lin_taped

1. Download the lin_tape source and lin_taped from ftp://ftp.software.ibm.com/storage/devdrvr/Linux/lin_tape_source-lin_taped/

lin_tape-X.YY.Z-W.src.rpm.bin
lin_taped-X.YY.Z-rhel[V].arch.rpm.bin

Samples for version 1.20.0-1

lin_tape-1.20.0-1.src.rpm.bin
lin_taped-1.20.0-rhel4.x86_64.rpm.bin

2. Rebuild lin_tape rpm source

# rpmbuild --rebuild lin_tape-X.YY.Z-W.src.rpm.bin

Continuar Lendo »

First you need rpm2cpio

Use

# mkdir /tmp/package
# cp package.rpm /tmp/package
# cd /tmp/package
# rpm2cpio package.rpm | cpio -idv

Posted by Wordmobi

Inglish (português mais abaixo)

The package basesystem contains no files

# rpm -ql basesystem
(contains no files)

But your discription is very clean:
Basesystem defines the components of a basic Red Hat Linux system (for
example, the package installation order to use during bootstrapping).
Basesystem should be the first package installed on a system and it
should never be removed.

You can check Install Date from this package

# rpm -qi basesystem
Name : basesystem Relocations: (not relocatable)
Version : 8.0 Vendor: Red Hat, Inc.
Release : 4 Build Date: Wed 22 Sep 2004 07:01:44 PM BRT
Install Date: Sat 17 Jan 2009 05:28:37 PM BRST Build Host: tweety.build.redhat.com
Group : System Environment/Base Source RPM: basesystem-8.0-4.src.rpm
Size : 0 License: public domain
Signature : DSA/SHA1, Wed 05 Jan 2005 09:03:37 PM BRST, Key ID 219180cddb42a60e
Packager : Red Hat, Inc.
Summary : The skeleton package which defines a simple Red Hat Linux system.
Description :
Basesystem defines the components of a basic Red Hat Linux system (for
example, the package installation order to use during bootstrapping).
Basesystem should be the first package installed on a system and it
should never be removed.

Português

Checando a data de instalação do Sistema Operacional Linux (Red Hat) – Não oficial, mas utilizavel

O pacote basesystem não contem arquivos

# rpm -ql basesystem
(contains no files)

Mas usa descrição é muito simples:
Basesystem defines the components of a basic Red Hat Linux system (for
example, the package installation order to use during bootstrapping).
Basesystem should be the first package installed on a system and it
should never be removed.

Você pode checar a data de instalação a partir deste pacote

# rpm -qi basesystem
Name : basesystem Relocations: (not relocatable)
Version : 8.0 Vendor: Red Hat, Inc.
Release : 4 Build Date: Wed 22 Sep 2004 07:01:44 PM BRT
Install Date: Sat 17 Jan 2009 05:28:37 PM BRST Build Host: tweety.build.redhat.com
Group : System Environment/Base Source RPM: basesystem-8.0-4.src.rpm
Size : 0 License: public domain
Signature : DSA/SHA1, Wed 05 Jan 2005 09:03:37 PM BRST, Key ID 219180cddb42a60e
Packager : Red Hat, Inc.
Summary : The skeleton package which defines a simple Red Hat Linux system.
Description :
Basesystem defines the components of a basic Red Hat Linux system (for
example, the package installation order to use during bootstrapping).
Basesystem should be the first package installed on a system and it
should never be removed.

For Volume Group data redistribution in the disks (strip) uses reorgvg command.

# reorgvg myvg

This command need a few times. Rum in background.

# nohup reorgvg myvg &

Posted by Wordmobi

This post show installation of MegaCli (ServeRAID MR 10 k SAS/SATA Controller client) and two basic commands

1. Installation

Get ServeRAID CD and extract the file MegaCli-X.XX.XX-Y.i386.rpm.

Install using the rpm command


# rpm -ivh rpms/MegaCli-3.00.07-1.i386.rpm
Preparing...                ########################################### [100%]
1:MegaCli                ########################################### [100%]

Listing the installed files with rpm command


# rpm -ql MegaCli
/opt/MegaRAID/MegaCli/MegaCli
/opt/MegaRAID/MegaCli/MegaCli64

2. Basic commands
Continuar Lendo »

For check disk reservation

lquerypr -Vvh /dev/diskNN

Sample:

With reservation

lquerypr -Vvh /dev/vpath78
open device /dev/vpath78
setkey.compcode = 0
setkey.returncode = 1
cd1dfb02
Reserved with different key cd1dfb02, current host key cd1dfb03

Without reservation


# lquerypr -Vvh /dev/vpath78
open device /dev/vpath78
setkey.compcode = 0
setkey.returncode = 0
Not reserved.

For clear disk reservation (CAUTION with command)

lquerypr -ch /dev/diskNN

Sample:

lquerypr -ch /dev/disk31

A algum tempo atrás fiz um post aqui sobre como realizar o pvmove.

Existe uma dúvida comum que ocorre quando tenta-se fazer o pvmove de um disco maior para discos menores conforme o exemplo abaixo:

# pvs
PV         VG       Fmt  Attr PSize   PFree
/dev/sda2  rootvg   lvm2 a-    68.12G  46.09G
/dev/sdh1  datavg lvm2 a-   100.00G   5.36G
/dev/sdj1  datavg lvm2 a-   200.00G  49.16G
/dev/sdk1  datavg lvm2 a-   200.00G  49.37G
/dev/sdl1  datavg lvm2 a-   200.00G  26.00G
/dev/sdm1  datavg lvm2 a-   200.00G  24.94G
/dev/sdn1  datavg lvm2 a-   200.00G  51.54G
/dev/sdo1  datavg lvm2 a-   200.00G   60.00G

No exemplo abaixo estou tentando movimentar o PV /dev/sdh1 para os demais PVs (/dev/sdj1, /dev/sdk1, /dev/sdl1, /dev/sdm1, /dev/sdn1 e /dev/sdo1), porém quando executo o comando abaixo ele retorna:

# pvmove /dev/sdh1 /dev/sdj1 /dev/sdk1 /dev/sdl1 /dev/sdm1 /dev/sdn1 /dev/sdo1
Insufficient suitable contiguous allocatable extents for logical volume pvmove0: 17920 more required
Unable to allocate temporary LV for pvmove.

Isso ocorre porque ele não tem blocos continuos que suportem todo o tamanho do volume.
Para isto o comando pvmove suporta mover por partes, desta forma faremos assim:

pvmove /dev/sdh1:1-17920 /dev/sdj1 /dev/sdk1 /dev/sdl1 /dev/sdm1 /dev/sdn1 /dev/sdo1

Desta forma movimentaremos até o tamanho informado que é suportado. E continuaremos a movimentar por partes.

Dica: Você pode tentar movimentar totalmente o restante, comigo na maioria das vezes ele ja atinge o tamanho disponível.

pvmove /dev/sdh1 /dev/sdj1 /dev/sdk1 /dev/sdl1 /dev/sdm1 /dev/sdn1 /dev/sdo1

Como identificar usuários com senhas em status lock

LINUX

Verificando status do usuário
# passwd -S kairo
kairo LK 2008-10-31 0 99999 7 -1 (Password locked.)

Retirando lock do usuário

# passwd -u kairo
Unlocking password for user kairo.
passwd: Success.

o status fica normal

# passwd -S kairo
kairo PS 2008-10-31 0 99999 7 -1 (Password set, MD5 crypt.)

Fazendo lock de senha do usuário

# passwd -l kairo
Locking password for user kairo.
passwd: Success

AIX

# lsuser kairo
kairo id=15000 pgrp=staff groups=staff,so home=/home/kairo shell=/usr/bin/ksh gecos=Kairo Araujo login=true su=true rlogin=true daemon=true admin=false sugroups=ALL admgroups= tpath=nosak ttys=ALL expires=0 auth1=SYSTEM auth2=NONE umask=22 registry=files SYSTEM=compat logintimes= loginretries=0 pwdwarntime=0 account_locked=false minage=0 maxage=0 maxexpired=-1 minalpha=0 minother=0 mindiff=0 maxrepeats=8 minlen=0 histexpire=0 histsize=0 pwdchecks= dictionlist= fsize=-1 cpu=-1 data=262144 stack=65536 core=2097151 rss=65536 nofiles=2000 fsize_hard=-1 time_last_login=1229521872 time_last_unsuccessful_login=1224871660 tty_last_login=/dev/pts/0 tty_last_unsuccessful_login=ssh host_last_login=myserver host_last_unsuccessful_login=127.0.0.1 unsuccessful_login_count=0 roles=

Verifique o item “account_locked”.

Para gerenciar, recomendo utilizar o smitty

smitty user

« Página anteriorPróxima Página »